Páginas

segunda-feira, 19 de junho de 2017

FESTA DE CORPUS CHRISTI REUNE MILHARES DE FIEIS EM SÃO MIGUEL

Solenidade é tradição da Igreja e se destaca como mega evento da zona leste paulistana 

Para celebrar a Solenidade de Corpus Christi, a Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra foi tomada por milhares de fieis da Diocese de São Miguel Paulista, na tarde do último dia 15. A cerimônia, presidida pelo bispo Dom Manuel Parrado Carral, concelebrada pelo bispo emérito Dom Fernando Legal e o clero diocesano, teve como tema "Na Eucaristia, o Senhor constitui-nos um só rebanho e um só pastor". Além deles, a festividade contou com a participação de autoridades, músicos e dezenas de ministros não ordenados de diversas paróquias.

 Ao iniciar a liturgia, o animador Padre Edmilson, destacou que a Eucaristia é o mistério de fé e, ao mesmo tempo, “mistério de luz”. Durante a homilia, Dom Manuel refletiu as leituras proclamadas da Bíblia Sagrada. "Não se pode receber a Eucaristia sem receber a Palavra de Deus. O nosso olhar e sorriso deve ser reconhecido como o de Jesus Cristo. Esta é a nossa missão de discípulos: ser luz, sal e fermento para o mundo e no mundo”, declarou o bispo. Observando o cenário delicado que passa nosso País, Dom Manuel lembrou a importância da oração para os cristãos. “Rezemos pelo nosso Brasil, que passa por momentos difíceis, pelos pobres, desempregados, idosos abandonados e governantes, para que escutem os anseios do povo, buscando o bem comum. Na alegria do Evangelho, a Eucaristia é extremo gesto de Jesus para estar ao nosso lado, crescer em nós a alegria de ser filho de Deus”, concluiu. 



Outro momento marcante foi após o Rito da Comunhão, em que todos saíram em procissão com o Santíssimo Sacramento, cantando e rezando em alta voz pelas principais vias de São Miguel Paulista. Ao retornar para a praça, houve o momento de contemplação, onde o povo inteiro recebeu a bênção do sublime sacramento, ao som de uma das bandas do corpo musical da Polícia Militar do Estado de São Paulo.





quinta-feira, 27 de abril de 2017

33ª CAMINHADA DA RESSURREIÇÃO REÚNE MILHARES DE FIEIS

De acordo com cálculos oficiais, mais 70 mil pessoas participaram do evento.
Entre cantos e orações, a imagem do Cristo Ressuscitado seguindo a frente.  

No dia 15 de abril (Sábado de Aleluia), em frente ao Santuário Eucarístico Nossa Senhora da Penha, Zona Leste de São Paulo, milhares de fieis receberam a benção do bispo diocesano, Dom Manuel Parrado Carral, e partiram pontualmente à meia noite para percorrerem os 13 quilômetros da 33ª Caminhada da Ressurreição.

Tradição na cidade, o evento pascal realizado pela Diocese de São Miguel Paulista durou seis horas, onde os participantes seguiram trajeto pelas ruas do bairro da Penha, Ermelino Matarazzo, até a chegada em São Miguel Paulista, com a celebração da santa missa também presidida por Dom Manuel.

No trio elétrico, a Caminhada teve o embalo dos ministérios de música “Comunidade Sol Nascente” e “Missão Noah”, com a animação do jornalista André Lossio e dos padres da diocese, Paulo Henrique Prates e Cláudio Francisco de Oliveira.  

Neste ano, o tema da Caminhada foi "Cristo Ressuscitado, fé e alegria caminhando ao nosso lado!”, festejando também o Ano Nacional Mariano, por ocasião do Jubileu dos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. 

Na foto dá para perceber a multidão que lotou as ruas durante o percurso.

A Caminhada da Ressurreição é uma grande manifestação pascal da cidade, propondo uma vida de fé aos jovens e mostrando que a vivência pelos valores cristãos pode contribuir para sua formação cidadã e humana, construindo uma vida sem vícios e alienações”, enfatizou Padre Geraldo Antônio Rodrigues, responsável pela coordenação geral da Caminhada.

Segundo cálculos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o número de caminhantes ultrapassou 70 mil. Diante dessa dimensão de público, para o bom andamento, a Caminhada também contou com o apoio de diversas organizações na infraestrutura: prefeituras regionais de São Miguel, Ermelino Matarazzo e Penha, a SPTuris, Sabesp, Policia Militar, Guarda Civil Metropolitana (GCM), Defesa Civil, SPTrans e ambulâncias do Hospital Santa Marcelina. 

Para encerrar a Caminhada, os fieis participaram da celebração da Missa Pascal na Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra. 


terça-feira, 21 de março de 2017

IMPRENSA E POLÍTICA: UMA ANÁLISE DE EUGÊNIO BUCCI PARA SER LEMBRADA.

Ao ler algumas publicações no site Observatório da Imprensa, acabei conhecendo a 'Pública' (Agência de Reportagem e Jornalismo Investigativo), por me chamar a atenção na produção de reportagens de interesse público, sobre as grandes questões do país do ponto de vista da população – visando ao fortalecimento do direito à informação, à qualificação do debate democrático
Dentre as reportagens, uma delas foi a entrevista, publicada em 18 de março de 2016, com Eugênio Bucci, professor doutor da Escola de Comunicações e Artes (ECA), da USP. 



Chamada divulgada pela 'Pública' - Agência de Reportagem e Jornalismo Investigativo. 















Antes mesmo da fatídica saída da ex-presidente Dilma Rousseff, justo no auge da divulgação da delação do ex senador Delcídio do Amaral feita pela revista “Isto É” e a condução coercitiva do ex-presidente Lula, o site da agência apresentou uma análise de Bucci sobre imprensa e política, especialmente ao defender o valor jornalístico das informações obtidas através dos vazamentos da lava-jato, dizendo que a mídia convencional pendia para o PSDB e que jornalismo brasileiro “deixa muito a desejar” mas não enxergava viés pró-impeachment na cobertura da mídia. 

Mesmo que a postagem da matéria tenha completado um ano, acredito que algumas frases continuam atuais. Por isso, achei interessante destacá-las: 






"O ex-presidente Lula não pode se colocar no papel de vítima da imprensa e da Justiça porque não é mais um operário, mas um homem poderoso." 

"Toda informação vazada de um âmbito do poder mais interno ou menos interno, ela vem junto com algum ressentimento, com algum desejo de vingança. Não há nenhum vazamento que tenha se originado da caridade, não é assim que funciona."

"A política não se faz com boas intenções e o jornalismo sobre política se abastece de fontes que não são um poço de boas intenções. Como democracia, dependemos de um jornalismo livre, crítico; e o jornalismo livre e crítico escuta fontes que têm desejo de vingança." (Bucci).

ANDRÉ LOSSIO E EWILANE AQUINO CANTAM 'CON TE PARTIRÒ'


Muitas pessoas me perguntam: tem algum vídeo seu cantando? E eu respondo: tenho vários. 
Mas a canção 'Con te Partirò' é, de longe, uma das mais pedidas para cerimônias de casamento. 
Dê um play e assista um trecho da cantoria, ao lado da minha amiga Ewilane Aquino, com acompanhamento de João Carlos no teclado.  



quarta-feira, 1 de março de 2017

Dura resposta na homilia de Dom Angélico

Hoje, quarta-feira de cinzas (01), entramos na Quaresma, nos dando conta de que o carnaval acabou. Tempo de ficarmos atentos com algumas reformas que estão para serem votadas em favorecimento dos que estão no poder. Principalmente a reforma previdenciária, alertada neste discurso de Dom Angélico, bispo emérito de Blumenau, publicado em 9 de set de 2016. Diante de tais mudanças, cabe-nos, cada vez mais, ver, julgar e agir. 

Assista. 



terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

DO FUNDO DO BAÚ, UMA RECORDAÇÃO DO MEU BATIZADO

Ao vasculhar os arquivos pessoais, meus padrinhos encontram essa relíquia.

Poderia publicar assuntos mais recentes do cenário político, internacional ou do mundo do entretenimento, mas... não. 
Retomo o meu blog, neste segundo mês de 2017, com uma preciosidade fotográfica da minha infância.
Ao completarem 51 anos de vida matrimonial no dia 12 de fevereiro, olha só a fotografia que recebi dos meus padrinhos, Deusdete de Amorim e Marli de Amorim: a do meu batizado na Catedral de São Miguel Arcanjo (na época era matriz de São Miguel). 
Essa imagem não só me traz recordações. Reforça, em mim, o lance da fé. De que há uma força maior que nos guia. 

 

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

FALECE CLÁUDIO PASTRO, AUTOR DAS PINTURAS DA CATEDRAL DE SÃO MIGUEL ARCANJO


Na madrugada desta quarta-feira (19) faleceu em São Paulo o artista plástico de arte sacra Cláudio Pastro, autor das pinturas e elementos que compõe os altares da Catedral de São Miguel Arcanjo, localizada em São Miguel Paulista - zona leste de São Paulo. 

Pastro era um dos nomes mais renomados da arte plástica do Brasil e, assim como em inúmeras igrejas do País e do exterior, as obras deixadas pelo artista na Catedral Diocesana de São Miguel Paulista são muito significativas, por serem baseadas no Concílio Ecumênico Vaticano II, trazendo elementos da catequese litúrgica, bíblica e da espiritualidade Católica. Internado há cerca de 15 dias no hospital alemão Oswaldo Cruz, o artista morreu por causa de complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), conforme publicação do Portal G1.


Cláudio Pastro deixa impresso um grande legado para a Estética e Arte Sacra em seminários, escolas teológicas, mosteiros, museus e faculdades. Com um vasto projeto de ambientação dedicado para a Basílica Nacional de Aparecida, seu último trabalho foi o monumento em homenagem aos 300 anos do encontro de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba, inaugurado recentemente nos jardins do Vaticano, em Roma, e no Santuário Nacional, em Aparecida (SP).
Através de sua arte, este singular artista nos deixa a memória do sagrado para gerações e para a Igreja. Descanse em paz!



Texto: André Lossio


Dica de Músicas Instrumentais

AQUARELA DO BRASIL - Ari Barroso - MIDI Orquestra By Daniel Figueiredo
JINGLE DA 28ª CAMINHADA DA RESSURREIÇÃO - By André Lossio & Adriana Lossio
CÉU DE SANTO AMARO - RENNO PIANO SOLO
SET FIRE TO THE RAIN - Adele Instrumental
I LOOK TO YOU - Tribute to Whitney Houston - Piano von Norbert Lang
ONE MOMENT IN TIME - Guitarrista Stephen Peters - Tribute to Whitney Houston
EU NUNCA AMEI ALGUÉM COMO EU TE AMEI - Instrumental
ROLLING IN THE DEEP - Piano & Cello
WONDERFULL WORLD - Meet Joe Black Soundtrack
SOMEONE LIKE YOU - Instrumental Orquestral Best Quality
VIVA LA VIDA - 2 CELLOS - Luka Sulic & Stjepan Hauser
ORAÇÃO AO TEMPO - Instrumental Caetano Veloso